Assalto une irmãos separados por adoção há 40 anos


Um assalto ocorrido em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi a causa do reencontro entre dois irmãos que foram dados à adoção há 40 anos. A vítima foi Ana Paula Ferreira, a pessoa que o irmão, o vigilante Sério Luiz Ferreira, pediu que a Polícia Civil encontrasse o paradeiro.
Ferreira procurou a Delegacia de Desaparecidos, em fevereiro deste ano. Ele descobriu que tinha duas irmãs e uma delas não quis reestabelecer contato. Já Ana Paula foi descoberta pelos dados que apareceram ao registrar um boletim de ocorrência do roubo que foi vítima. 
Segundo uma investigadora da Polícia Civil, os dados da irmã apontavam para a mesma mãe do vigilante. E dali, foi um passo para marcar o encontro. Para Ferreira, o reencontro só vai trazer alegrias e união daqui para frente. 
— Você tem que procurar sua família biológica. Tem que saber sobre as pessoas que são do seu sangue. Estou muito feliz. Eu quero demais ter essa convivência familiar.
Na sala ao lado da delegacia, Ana Paula, acompanhada do marido e dos dois filhos, conta que já sabia da existência dos dois irmãos. Ela conta que também foi dada para adoção e passou por muitas famílias. Até que as 14 anos conseguiu um emprego, procurou a mãe e começaram a viver juntas. O encontro com irmão significou muito para Ana Paula já que foi o último desejo da mãe, que morreu há 18 anos.
—Na última festinha que fizemos, ela disse que queria procurar pelo Sérgio e a Ana Cláudia [a outra irmã].
Fonte:  www.r7.com