Astrid Fontenelle escreve carta à Titi, filha de Gio Ewbank e Gagliasso

“Querida Titi, você nem imagina ainda o quanto é amada. Foi o que escrevi ao Gabriel na primeira carta pra ele. Crianças são estrelas. Pedia tanto que uma caísse no meu coração que, quando aconteceu, estava preparadíssima. Cheia de amor. É disso que toda criança precisa. Amor! E atenção. Educar é estar atenta e amando. Por isso, digo que TODA criança precisa ser adotada pelos pais. Não deleguem, eduquem, não desistam, amem. Também não os tratem como especiais, muito menos a quem os adotou. Somos pais e filhos como todos. Não é ato de caridade. É um ato de amor, pensado. Foi minha melhor opção para ter um filho. Filhos queridos tanto faz de que forma venham, se de estrelas, barriga de aluguel, inseminações... Filhos são nossa vontade de repassar amor e conhecimento, nossa vaidade de ter pessoas melhores no mundo. Um dia, quando Gabriel crescer, ele mesmo contará sua história, que, assim como a da Titi, tem a ver com predestinação. Essas estrelas estavam marcadas para serem nossas. Os astros conspiraram muito a nosso favor. Meu, do Fausto e do Gabriel. Da Giovanna, do Bruno e da Titi!”